Notícias >

SUS apresenta nova opção de tratamento para pacientes com hanseníase

A Claritromicina vai beneficiar os casos em que há resistência aos medicamentos.

Um boa notícia: o Ministério da Saúde informou que, por meio do SUS, pacientes com hanseníase poderão contar com um novo tratamento para a doença. O antibiótico Claritromicina, utilizado para o combate a outras patologias, como infecções de vias aéreas superiores e inferiores, infecções na pele e tecidos moles, vai beneficiar os casos resistentes a medicamentos já ofertados na rede pública.

A medida leva em consideração casos resistentes ao medicamento Rifampicina, com ou sem resistência associada ao ofloxacino. A Claritromicina também é recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para o tratamento da hanseníase resistente a outros medicamentos. A doença afeta principalmente pele e nervos periféricos, podendo causar complicações a longo prazo.

O  relatório de recomendação da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec) recebeu parecer favorável após passar por consulta pública. O Ministério da Saúde contou com a contribuição e sugestões de gestores, profissionais da saúde, pacientes, familiares, assim como de pesquisadores em saúde.

Fonte: Ministério da Saúde